Quinta do Sommelier no Rause Café e Vinho

rause3

Eu já contei aqui para vocês que adoro o Rause Café e Vinho. Comida boa, lugar gostoso e pessoas legais. Aí descobri na semana passada (sim, meio atrasada) sobre a tal quinta do Sommelier. A ideia é apresentar um vinho por mês, todas as quintas, com aperitivos harmonizados. A taça de 100 ml + o aperitivo sugerido sai por R$10,00. Na quinta passada, o vinho do mês era o espanhol Menguante Garnacha 2008. A dica de harmonização foi Mini Parmegiana, com tiras de mignon empanadas e cobertas por ragu de tomate e queijo. Eu também provei as mini bruschettas, e as tiras de mignon com gorgonzola.

rause

O vinho é feito com a uva mais emblemática da Espanha, a Garnacha, que tem um toque frutado de Novo Mundo, muito aromática e fácil de beber. O crítico (e enochato) Robert Parker deu 90 pontos, o que em termos de Robert Parker, é muito. Mas o que importa é você conhecer e provar. O rótulo é importado pela Grand Cru e custa em média R$40.

IMG_20140828_221531643

Além da sugestão da casa, eu provei o branco argentino 505 Chardonnay, da Casarena, ideal para quem gosta da suavidade e da leveza do Chardonnay. Frescor e acidez moderados. Com ele, provei os mesmos aperitivos citados acima e confesso que tudo casou bem. O valor dele no Rause é algo em torno de R$60.

rause setembro

Como o mês mudou, mudou também o vinho da quinta do Sommelier no Rause. Hoje começa a degustação de um chileno: Lagar de Bezana Cabernet Sauvignon Reserva 2012, direto do Vale do Rapel, no Alto Cachapoal, região central do Chile. Para a harmonização, o Rause elaborou um prato bem encorpado, para combinar com a potência do cabernet, que tem ainda um pouco de syrah e carmenere: risoto de costela com vinho tinto, com toque de manjericão e alecrim. A Quinta do Sommelier acontece no Rause Café e Vinho todas as quintas feiras, a partir das 18h.

Rause Café + Vinho, Al. Carlos de Carvalho, 696, telefone: 3024.0696.
Anúncios

Toro Loco: qualidade ou marketing?

Vinho bom é vinho caro? Vinho barato não tem qualidade? Muitos mitos rodeiam o mundo dos vinhos e tem gente que ainda acha que só vai beber algo bom se pagar mais de 100 reais. Em tese, vinhos mais caros são mais elaborados, são mais bem produzidos, ficam meses descansando e melhorando em barricas de carvalho ou em adegas subterrâneas cheias de cuidado. Tudo isso influencia no resultado final e no preço, claro. Mas isso não significa que vinho barato é ruim. É possível beber bem gastando pouco.

toro2

Só que é preciso tomar cuidado com elaboradas estratégias de marketing, pontuações dadas por críticos renomados e guias que geralmente escondem interesse comercial e parcerias com importadoras. Um desses casos aconteceu com o vinho espanhol Toro Loco Tempranillo, que depois de uma excelente colocação em uma degustação às cegas, virou um fenômeno de vendas e entrou no ranking dos “melhores vinhos do mundo”. O rótulo conquistou medalha de prata na tradicional International Wine & Spirits Competition, desbancando concorrentes muito mais caros que ele.

Lá na Europa ele é encontrado por menos de 4 euros. Aqui no Brasil, o vinho virou uma febre depois que a Wine.com.br comprou toda a produção da Bodegas Coviñas, cerca de 300 mil garrafas, e ainda colocou uma “lista de espera” no site, deixando os compradores ainda mais empolgados. O Toro Loco Tempranillo 2012 é vendido hoje por apenas $21,25. Claro que todo mundo comprou, só que o vinho não condiz com todo esse alvoroço. Hoje no site há um WineBox com 6 garrafas por R$127,50, pra ver se desova esse tanto de Toro Loco estocado.

Mas vamos ao que interessa. O vinho é bom? Vale a compra? Vale. Pelo preço, ele é honestíssimo. Aroma frutado, com toque de madeira, couro, terra. Na boca ele é macio, leve e pouco persistente. Uma boa pedida para quem não gosta de vinhos encorpados, duros e tânicos. Como ele é leve, não deve ser harmonizado com pratos temperados e condimentados, se não vai sumir. Opte por uma tábua de queijos não muito gordurosos, uma salada de mozzarella de buffala com tomatinho cereja e manjericão. Eu comprei recentemente o Toro Loco Crianza 2010, que oferece um pouco mais de qualidade e o preço é tão bom quanto.

IMG_20140612_225732518

Vinho do dia

Como eu disse no post anterior, o blog está de cara nova, todo metido e cheio de informação para dividir. Todo dia (prometo que vou me esforçar ao máximo para cumprir esta promessa) vou sugerir um vinho, porque todo dia é dia de tomar vinho!

O vinho de hoje foi amor a primeira vista. Foi um dos primeiros vinhos que degustei no curso de Sommelier e já ganhou meu coração. Angove Long Row Shiraz 2010, da Austrália. Um vinho muito aromático e fácil de beber. A Shiraz é uma uva que origina vinhos redondos, macios e com acidez e taninos moderados. Acompanha bem pizza ou uma carne vermelha com molho condimentado.

IMG_20140324_223732872

Preço aproximado: $70. / Onde comprar: Mercado Municipal