The Best Burguer in Curitiba

hamburguer

Parafraseando propositalmente o nobre Júnior Durski, que modestamente auto denominou seu produto como o melhor hambúrguer do mundo, vim aqui fazer um post para contar a verdade. A verdade é que ele não é o melhor hambúrguer do mundo, inclusive anda passando longe de ser meramente razoável. Mas meu objetivo não é atacar a concorrência, mas contar pra vocês onde está de fato o melhor hambúrguer desta cidade.

O incrível chef Christian Bokarski

O incrível chef Christian Bojarski

Vocês provavelmente já devem ter visto no meu Facebook as imagens de dar água na boca que eu compartilho da Hamburgueria Rústica. A casa completou recentemente cinco meses e em pouco tempo mostrou que não está de brincadeira. Eu me encho de orgulho de falar bem de lá e assino embaixo, pois as criações são do meu amigo querido, e chef, Christian Bojarski. E não é só porque ele é meu amigo, mas eu sei e acompanho a dedicação dele em fazer para vocês o melhor hambúrguer da cidade.

hamburgueria2

Eu sou apaixonada por sanduíche, assumo. Já provei muitos sandubas da cidade: Madero, JPL, Barba, Brooklyn, o novo Kharina, e posso dizer com toda certeza que não há nenhum hambúrguer mais saboroso, bem feito, bem temperado, bem cuidado, bem tratado, que o da Hamburgueria Rústica. Quem já foi lá, sabe do que eu estou falando e provavelmente deve estar com água na boca igual eu!

Rústico

Rústico

É difícil escolher o meu favorito. Para começar, indico o sanduba da casa, Rústico, com um incrível hambúrguer de picanha, feito com picanha de verdade, com um sabor peculiar, com onion rings sequinha e crocante.

Paixão do momento

Paixão do momento

E o que falar do Mel & Mostarda, que está por tempo limitado no cardápio. Sério, corram. Sabe aquelas combinações incríveis, tipo queijo e goiabada, chocolate com pimenta, tomate cereja e manjericão, rum com vodka, baunilha com limão? É tipo isso. É o balanço perfeito entre doce e salgado, simplesmente delicioso.

Um é bom, dois é demais, três é sensacional

Um é bom, dois é demais, três é sensacional

Mas há também o 3 queijos que, não preciso nem falar muito, a parada que tem um queijo já é demais, com três queijos então, heaven is here! E o que falar do Bacon & Cheddar ou do Bechamel? Receitas simples, porém inesquecíveis. Claro que há também a opção de frango no cardápio, com o Chicken Rústico. Mas já vou avisando, esqueça todos os hambúrgueres de frango que você comeu na vida. Nada é igual a esse, feito com frango mesmo.

Nada de PTS. Hambúrguer de lentilha com castanha do pará

Nada de PTS. Hambúrguer de lentilha com castanha do pará

Os vegetarianos também podem se deliciar com uma criativa opção criada pelo chef com hambúrguer de lentilha com castanha do pará, rúcula, tomate cereja, alface americana e queijo branco. Até eu, que sou carnívora até a alma, fiquei com vontade de provar esse! Outra opção inusitada é o Curry, com um molho picante feito e desenvolvido pelo próprio chef.

Adeus mundo!

Adeus mundo!

Mas temos que dar um destaque para as sobremesas. Gente, sério. As sobremesas são tão sensacionais quanto os sanduíches. Se você for comer lá e fizer check-in no Facebook, você ganha um potinho com um delicioso brigadeiro de panela com hortelã, mas assim, é o melhor brigadeiro de panela da história. Mas se você quiser pegar mais leve, você pode comer um fantástico cupcake de doce de leite, cujo doce de leite é feito pelo chef! Aprovadíssimo. E a estrela master fica com o Petit Gateau que, confesso, ainda não provei e tenho faniquitos só de pensar que ainda não sei o sabor dessa belezura. A foto ali meio que já diz tudo né? Pra que palavras…

O ousado Curry

O ousado Curry

E além de todas essas delícias descritas acima, quem quiser pode pedir sopa ou um café da tarde com uma recheada tábua de frios, ótima opção para aquele dia mais cinzento e gelado de Curitiba. A verdade é que você precisa ir conhecer o hambúrguer mais honesto, mais saboroso, mais bem feito da cidade. A Hamburgueria Rústica ainda te leva para um passeio pelo bairro do Pilarzinho, cheio de área verde, parques e vida! É longinho, mas vale a pena. Eu garanto. A Hamburgueria Rústica abre de quarta à domingo, das 13h às 21h.

Hamburgueria Rústica
Av. Fredolin Wolf, 325 – Loja 3. 
Anúncios

Tradição na terra do Tio Sam

Que graça tem ir para os Estados Unidos e não comer um super sanduíche, né?? Pois no meu segundo dia em Los Angeles estava com uma missão: comer no In-An-Out, uma típica lanchonete encontrada apenas na Califórnia. Eu estava voltando de um passeio e coincidentemente no meio do meu caminho estava a Sunset Boulevard, rua em que supostamente há uma lanchonete dessa.

Aí eu desci do ônibus (sim, eu andava de ônibus por lá, americanos, vocês deviam tentar, é bem eficiente e divertido) em uma altura da Sunset Boulevard mais ou menos no número mil e pouco. A lanchonete era o número seis mil e pouco. Brasileira (e anta) que sou pensei: vou andar, conhecer a região, fazer um belo passeio, torrar nesse sol, quase morrer de calor e aí chego na tal da In-An-Out.

Seria lindo, mas não foi bem assim. Depois de andar uns oito anos debaixo de um sol torrencial sem cruzar com uma alma viva na rua, não via nem sinal dos números acima de seis mil (lá embaixo, no endereço, vocês vão poder perceber que o número do restaurante é seis mil e pouco, ou seja, eu devia estar do lado do In-An-Out e nem vi, ainda bem). E eu já tinha andado umas oito Curitibas, juro. Já tava vendo Brad Pitt na rua, tamanha era minha fome e cansaço. Não precisei de muito tempo para decidir que ia me jogar na primeira portinha que aparecesse. Fosse o que fosse.

GO-BurgerLA

Confesso que acabei entrando na segunda portinha, a primeira tava meio estranha, aqueles fast food meio americano, meio mexicano, meio veias entupindo em 3, 2 … NÃO. Aí que abriram a porta do paraíso e ele se chama Go Burger. Claro que fui recebida por um garçom lindo, e um maravilhoso copo de água gelada grátis eterno, o que já colaborou para a minha aprovação do local.

2013-08-04 14.08.53

Com os parafusos de volta ao lugar, pude começar a avaliar o cardápio e, com a fome que eu estava, quase pedi tudo. Como eu estava completamente morta de fome, ativei meu cérebro de gordinha e pedi um dito cujo chamado MAC N’ Cheesburguer. Se você está pensando no prato italiano mac and cheese, acertou. Os caras criaram uma obra prima com a fusão de um clássico norte-americano e um clássico italiano, chamado carinhosamente por mim de ‘adeus dignidade’.

go-burger_interior2_lowres

Quando o sanduíche chegou eu juro que quase me escondi embaixo da mesa tamanho era meu medo daquele monstro. Era o maior sanduba que eu já tinha visto na vida, e ela era meu, inteiro meu. Sim, havia dentro dele um macarrão com queijo frito, além de cebola caramelizada, bacon, cheddar e ketchup defumado da casa. E posso falar? Simplesmente sensacional. Claro que fui a nocaute e quase não aguentei, mas foi uma experiência de vida quase surreal. O sabor do hambúrguer era delicioso, o bacon com a cebola, apenas divino, mas o macarrão era totalmente desnecessário. Ponto positivo também para a batata super crocante, que vem jeitosamente colocada dentro de um copo tipo pote, com um papel absorvente.

blt-burger

Eu indico, recomendo, aprovo, assino embaixo e com certeza quero voltar para provar outras opções do cardápio tipo um básico BLT, que vem com double bacon, alface, tomate e o molho da casa, GO Burger sauce. Tem ainda opções de salmão, porco e vegetariano, pra todo mundo ficar feliz. Sem contar que você pode montar o sanduíche do jeito que você quiser, basta pedir e escolher entre os itens disponíveis. O local é uma graça, bem arejado e iluminado, com grandes televisores ligados nos canais esportivos e cheio de gente descolada.

GO Burger
6290 Sunset Boulevard  

X-pastel

Hoje posso dizer que provei um dos sanduíches mais tradicionais da cidade de Curitiba. Tenho quase certeza que 90% de vocês conhecem o lugar, já passaram na frente, quiçá entraram e pediram uma laranjinha de garrafa. E sem sombra de dúvidas, 100% dos alunos de Opet e UTFPR já provaram o famoso X-montanha.

Ali, na esquina da Silva Jardim com Desembargador Westphalen, está uma portinha, um balcão e uma mesa. A Lanchonete Montesquieu, tem nome francês, dono japonês e sanduíche bem brasileiro. O conhecido x-salada ganhou uma versão mais, mais, mais…. MAIS! Quem diria que sanduíche casaria com pastel? Pois casa! Seu Álvaro desembarcou em terras tupiniquins em 1975 e com ele veio uma receita secreta guardada por muitas gerações na sua família. O X-montanha logo ganhou o paladar dos jovens que estudavam nas redondezas. O bom, bonito e barato.

Não entendeu ainda? É isso mesmo que você está pensando, sanduíche, com pão, hambúrguer, alface, maionese, presunto e queijo. O plus é o pastel, que na verdade é um risóles, de carne, queijo ou palmito. Eu pedi um desse, e com ovo. Essa versão não está no cardápio, mas os mais habitués sempre pedem. Dá para provar também só o pastel, que realmente é uma delícia. Mas o sanduíche, deveria ser lei. “Todo brasileiro que se preze e preze a boa gastronomia de boteco deve provar o X-montanha”. Anotou? E para acompanhar ainda dá para pedir uma laranjinha de garrafa. É sensacional.

Corre lá e prova.