Restaurant Week Curitiba: valendo!

fachada-vin-bistro

Começou esta semana mais uma edição do Restaurant Week em Curitiba. Quem acompanha aqui o Como Demais sabe que eu não sou uma grande fã deste evento, apesar de nunca perder as esperanças. Não acho que seja verdadeiro com os clientes por alguns motivos básicos. Primeiro que o menu desenvolvido pelo restaurante dificilmente vai representar o que realmente é o cardápio do local. Os pratos são criados com base no custo e geralmente ficam bem abaixo das sugestões oficiais da casa, digamos assim. Outro ponto negativo é que o atendimento tende a cair nas semanas do festival. Não estou dizendo que 100% do atendimento sofre, mas os lugares ficam mais cheios, reservas são necessárias, e os garçons ficam marrentos.

Mas deixando esses pontos de lado, o legal do evento é que ele existe por uma boa causa e o Hospital Pequeno Príncipe recebe 1,00 de cada pessoa que prestigiar o festival. Eu já fiz minha parte e fui jantar no Vin Bistrô. Acho o local lindo e muito agradável. Já fui algumas outras vezes e sempre tenho vontade de voltar. Dessa vez, minha experiência foi um pouco diferente, com alguns pontos negativos.

IMG_20140929_194916096

O menu do jantar tinha como opções de entrada: Polenta italiana cremosa com ragu de cogumelos, ou salada com carpaccio. Eu pedi a polenta que estava completamente sem sal, sem gosto, sem tempero, sem vida. Falecida, mortinha. Nem o ragu de cogumelos conseguiu salvar o prato. Uma pena. Já a salada, apesar de simples, estava ok, tirando o fato de que parte dos carpaccios estavam ainda congelados. Sabem aqueles pedacinhos micros de gelo? Então.

IMG_20140929_200414685

Melhor tomar mais um gole do espumante brut que pedimos de entrada, pra dar aquela refrescada, e seguir para o prato principal. Eu, carnívora, fui de Mignon ao molho poivre com risoto de funghi. Ele seria simplesmente perfeito se a carne não estivesse ENTUPIDA de sal. Juro. Todo o sal que faltou da polenta foi compensado no mignon, e o resultado foi um mini infarto, ou algo do gênero. O risoto estava delicioso, a carne no ponto perfeito. Mas o sal….

IMG_20140929_200428410

A outra opção de prato principal é o salmão grelhado ao molho de maracujá com legumes. E agora sim, sem economizar, estava divino. O salmão suculento, com uma crosta meio crocante, o molho de maracujá encaixou perfeitamente e os legumes fecharam o prato com chave de ouro. Palmas!

IMG_20140929_204657082

Calma que ainda tem a sobremesa. E o que dizer desta sobremesa que mal conheço e já considero pacas? Eu amo doce de leite, e nada é mais perfeito que um Mil folhas de doce de leite feito no capricho, no amor, tudo muito leve e saborosíssimo. Destaque para o prato que veio com um garfo desenhado com chocolate em pó. So cute. Quem não quiser provar essa belezura, pode recorrer ao básico, porém sempre acertado, brownie de chocolate.

IMG_20140929_202458797

A boa surpresa da noite foi o vinho escolhido (por mim mesma enquanto sommelier), um encantador, elegante, suave e gostoso Zinfandel da Califórnia, que leva um toque de Shyraz.  Painter Bridge, 2011. Recomendadíssimo. Preço elevado, mas prazer garantido. R$108. O balanço final do jantar foi positivo, apesar do deslize do sal, na minha opinião, ser inconcebível para um restaurante do nível do Vin.

Eles também tem um menu de almoço, com salada de folhas variadas com parmesão ao molho de mostarda, ou bruscheta pomodoro, de entrada; risoto de palmito com lascas de salmão, ou mignon ao molho gorgonzola com massa fresca, de prato principal; e a sobremesa pode ser o brownie de chocolate, ou o profiteroles com sorvete de baunilha e calda de chocolate. O almoço sai por R$37,90 + 1,00, e o jantar R$49,90+ 1,00. Para reservar uma mesa, 3225-3444.

Vin Bistrô – Rua Fernando Simas, 260. 

Coma peixe, viva mais

Olá queridos blogueiros. Há alguém por aqui? Faz tempo que não apareço né? Mas eu voltei. Para alegria (ou não) de todos. E vamos já direto a um dos meus assuntos favoritos que é comida japonesa. Ai o que seria da minha vida sem esses orientais. E só de pensar que quando eu era pequena, eu dizia: ‘mãe, não gosto de comida japoneso’. Uma graça, de cabelo chanel, franja e óculos fundo de garrafa. Ai ai. Então né, como eu ia dizendo. Esses dias aí, comprei mais um desses super descontos imperdíveis desses sites viciantes de desconto coletivo. Não consigo resistir quando leio as palavras desconto e combinado juntas, na mesma frase. Não consigo. Comprei! Uh, que alívio.

O local da vez era o Soto Asian Cuisine, super in, super chique, localizado dentro do novo espaço gourmet do Park Shopping Barigui, aqui em Curitiba. Um lusho. Não posso negar que a decoração realmente impressiona e faz a diferença. O garçom não demonstrou nenhum tipo de preconceito quando chegamos e falamos que era a ‘reserva do desconto’. Colocou a gente numa mesa bem no meio do restaurante, que tem uma bonita vista para algum lugar verde. Nas mesas ao lados, famílias e casais de mulher e homens visivelmente bem sucedidos e de alto poder aquisitivo.

Pedimos o nosso combinado simples que oferecia, por metade do preço, 22 peças: 5 sashimis de salmão, 5 sashimis de atum, 2 niguiris de salmão, 2 niguiris de atum, 4 unidades de tekamaki, 4 unidades de shakemaki + 1 porção de hot filadélfia com 8 unidades. Óbvio que esses peixinhos não foram suficientes para saciar o meu desejo e do meu namorado de japanese food. Demos uma breve olhada no cardápio, mas assim, bem breve, para não ficar com tanta vontade de todo o resto e pedimos mais um combinado simples, mais simples do que o da promoção.

Indescritível o sabor do sashimi de salmão. Eu preciso confessar que antes de ir ao Soto, meu sashimi de salmão favorito, tipo, o top dos tops, era so Sushiaki. Ele é muito suculento e eu super recomendo. Mas esse do Soto é brincadeira. Tenho certeza que eles fazem algum tipo de mágica pro salmão ficar daquele jeito. Pensei em todas as formas de descrever a sensação ao colocá-lo na boca, mas não encontrei as palavras. É simplesmente imperdível, você tem que ir lá comer. Por favor. Vá! Tudo vale a pena, todos os pratos estavam excelentes, atendimento de primeira e ambiente muito agradável. O preço é salgado, mas quem gosta de comer bem, não se importa de fazer esse investimento. Afinal, peixe é vida!

Soto Asian Cusine

Park Shopping Barigui – Rua Professor Pedro Viriato Parigot de Souza 600

sotoasian.com.br

Rodízio da Alegria

Esses dias fiz mais uma compra feliz desses sites de desconto. (Sim, ainda estou devendo o post especial sobre essa novidade que está mexendo com a cabeça dos consumidores mais ávidos). O desconto da vez era para um rodízio de sushis, sashimis e outras iguarias do restaurante Sansai, novo (pelo menos para mim) aqui na cidade. Como todos já sabem, sou louca pela culinária japonesa e essa promoção não passaria batida por mim.

Sansai

Fiz a reserva com uma certa antecedência, visto que Curitiba inteira deve ter comprado esse cupom. O restaurante estava cheio no dia e tenho certeza que a grande maioria ali estava por conta do desconto. O atendimento foi bem eficaz, todos muito atenciosos. Tem também valet, e de grátis! A decoração é moderna; tem até uma cortina d’água e dois tatames para até oito pessoas. O buffet, sem dúvida a melhor parte da casa, oferece mais de 60 itens quentes e frios. Os sashimis você pede e o garçom traz, a la vontè. No cardápio dá para se divertir com as porções como o Hot Philadélfia, Camarão e Lula à Milanesa. Tudo incluso no rodízio.

SansaiSansai

Engana-se quem alguma vez ousou dizer que ‘sushi e sashimi’ não pesa, não dá a sensação de ‘estufado’. Come uma tonelada de sashimi de salmão para você ver! Mas vale a pena cada pedaço, cada item. Tudo muito saboroso, muito bem feito. Sem contar os ‘agrados’: logo na entrada eles servem Gucans Flambados (salmão, cream cheese e tomate seco flambado no licor de curaçao). O garçom ‘acendeu’ o peixinho na nossa frente. E na sobremesa também, um salmão com morango recheado com chocolate nutella, flambado com licor de cassis! Caliente, alcoólico e uma delícia. E falando em alcoólico, para beber há uma extensa carta de vinhos, com boas opções para todos os bolsos. Eu me joguei em uma caipisaquê de morango. Divina. Palmas para o chef do sushi bar, Jober, e o chef de cozinha, Miguel!

SansaiSansai

O desconto infelizmente já não está mais a venda. Mas o rodízio está lá, esperando pela sua fome. Vá: Sansai Sushi Bar. Rua Gonçalves Dias, 655 – Batel. sansaicuritiba.com.br