Curitiba saudável: Tasty Salad Shop

Nem só de comida de boteco e fritura vive a humanidade (infelizmente). Mas comer coisas saudáveis também pode ser bem gostoso, como já contei em um post anterior. Então hoje tenho mais uma dica boa para quem quer comer bem e manter a saúde em dia. O Tasty Salad Shop ainda não abriu as portas oficialmente, faltam alguns detalhes, mas quem quiser, pode fazer pedidos pelo telefone, ou arriscar uma visita presencial, como eu fiz. Eles estão atendendo em Soft Opening, somente no almoço, com sistema To Go, com entregas gratuitas limitadas à região do entorno da casa (mapa na página do Tasty no Facebook) e todo o menu está com 30% de desconto. Os pedidos podem ser feitos até 11h40 da manhã.

sexta

Cada dia tem um menu específico, com duas opções de entrada, salada do dia, sopa e sobremesas. Por exemplo, no dia que eu fui, sexta-feira, as sugestões eram: de entrada, sanduíche de carne ou frango, tomate seco, broto de alfafa, molho de mostarda e patê de alho poró; ou sanduíche de broto de alfafa, alface, espinafre, brócolis, cebola, pepino e tomate e patê de gorgonzola. Eu pedi o risoto de arroz negro com gorgonzola, brócolis, uvas frescas e lascas de amêndoa. O valor em soft opening é de R$9,10. Eu também provei a salada do dia que vem com alface americana, acelga, agrião, espinafre, ovo, tomate seco, filézinhos de alcatra, croutons integrais e molho de mostarda, por R$12,60.

IMG_20140808_123343430

Mas tem várias outras sugestões saborosas como, na segunda-feira, de entrada, tem uma fornada de berinjela, abobrinha, pimentão, azeitona e uva passa, por R$ 4,20 (em soft opening), ou quem sabe, na quinta-feira, uma quiche integral de tomate seco, espinafre e alho poró. Tudo é preparado com muito carinho e dedicação, da pra ver que os ingredientes são frescos e bem selecionados. E os preços estão ótimos, mesmo depois que acabar o soft opening. Tem várias opções de sucos naturais e sobremesas interessantes como a banoffi de iogurte, R$4,90. Acho que vale a pena descobrir e provar os pratos do Tasty Salad Shop, que com certeza, vai movimentar a região do Batel Soho.

quarta

Tasty Salad Shop – Rua Prudente de Moraes, 1195, 30782525 

 

Fru Fru Curitibano

Há algumas semanas aconteceu um dos eventos mais esperados pelos amantes da gastronomia e do Crystal Fashion Week. O Empório Batel Soho já é um evento que está em sua 3a edição em Curitiba. A Praça da Espanha recebe milhares de pessoas em busca de comida boa e diversão. Digo isso porque Curitiba é uma cidade carente de eventos do tipo; quando tem alguma coisa assim o povo vai com tudo. De cachorros límpidos e vistosos a crianças nuas alegres e livres. Velhas peruas, novas peruas, futuras peruas, peruas falidas. Adolescentes, pseudo-adultos, adultos, senhoras e senhores. E claro, a imprensa curitibana. E, além da comida, teve show do Hermeto Pascoal e outras bandas. Luxo!

Empório Soho

Vamos falar do evento. São 18 restaurantes participantes. Os melhores da cidade, sem sombra de dúvidas. Ainda faltam alguns dos bons participarem. Cada restaurante tem a sua barraquinha e serve uma porção – que poderia ser mais generosa – de um prato escolhido. Cada porção salgada vale $12 e os doces $8. Tenho que revelar a minha indignação. Eu sei que a comida é boa, de excelente qualidade, que o evento é um sucesso e temos que prestigiar e fomentar a culinária local. Mas R$12 em uma porção de degustação é too much for me. Vão me chamar de jornalista curitiboca mão de vaca que não valoriza os chefs locais. Valorizo e muito. Vou ao restaurante, como e bebo e sempre deixo boas quantias de dinheiro. Creio que para um evento como esse a metade do preço estava de bom tamanho e ainda com um lucro de quase 100%. Mas tudo bem. Não estou aqui para criticar o evento, pois sou frequentadora assídua.

CardápioOlha eu me estendendo de novo e deixando a comida de lado. Infelizmente não pude provar todos os 18 pratos, né. Mas vou contar dos que eu provei, que foram divinos. JPL Burguers, o novato do grupo dos grandes, agora entra no evento com sanduíches finos. Um hambúrguer enorme, muito saboroso, pão macio, queijo e molho. O único que valia a pena pelo preço, pois no bar custa mais que o valor cobrado no evento. Então, ponto para o JPL.

Hambúrguer, queijo e molho barbecue

Empório Rosmarino foi o segundo restaurante escolhido. O prato: um torteloni de camarão e mandioquinha ao molho de camarões. A massa estava perfeita, macia e bonita. O recheio no ponto, e o molho meio rosé, cremoso….hummmmm. O único ponto negativo foi a espera. Cerca de 15 minutos até a massa cozinhar e o molho ficar pronto. Dispenso a culpa do restaurante pois trata-se de uma falha de logística do evento. O fogão que aquece a comida fica no meio da praça, com um botijão de gás ao lado, agredido pelos fatores externos naturais, como o vento. Mas ponto para o Rosmarino, que, aliás, nunca fui ao local e estou devendo uma visita.

Já contei que sou fã do La Pasta Gialla? Esse é um exemplo clássico de bom, bonito e barato. Tá, barato é exagero. Mas é honesto. Achei que o prato poderia ter sido outro, já que o restaurante tem ótimas opções a oferecer. A porção era generosa, a única, eu acho. Bruschettas: pão italiano tostado no azeite de oliva com coberturas de calabresa ou pomodoro. Escolhi calabresa. Deu perfeitamente para duas pessoas. Uma delícia. De melecar os dedos e engordurar os beiços!

Okay. Chega de salgados. A formiga precisa de doce. Convidada pela minha amiga Alaíde Marcolini, provei o delírio oferecido na barraquinha do Fabiano Marcolini, um dos melhores chefs da cidade, na minha opinião. Crema Fredda Marcolini: creme italiano gelado de Doce de Leite, Yogurte, Chocolate e Frutas. Me joguei no Doce de Leite, acompanhado de suspiros, mini brownies e cobertura de caramelo. Sério. Pára tudo. Isso é uma obra prima. Comeria mais uns oito. De joelhos, rezando cada conta do terço. Um creme gelado no ponto. Cremoso no ponto. Perfeito. Nem doce, nem amargo, nem grudento, nem meloso. Ó, me deu até água na boca. Preciso de novo. Obrigada. Provem, por favor. Não só essa Crema Fredda. Todos os sorvetes são uma loucura. Chega. Me estendi demais.

Próximo e último doce, ufa. Por conta do calor que fazia naquele sábado em Curitiba (quase 30 graus, eu acho) optei pelo sorvete. De novo! E arrisquei num sabor que não faz muito meu tipo, mas era só isso que a Diletto oferecia: Gelato italiano de iogurte fresco com um leve toque de limão sicilliano. Era o lançamento da marca e foi super aprovado por mim. Refrescante e cremoso. Um sabor discreto do limão combinado com a leveza do iogurte.

Iogurte com um toque de limão

72 kilos a mais, uma tarde agradável de sábado, um início de infecção no rim (que não vem ao caso) e mais uma edição lotada de Batel Soho. O povo gosta, fica feliz, todo mundo vai para casa com o sentimento de ‘dever cumprido’, ‘bucho’ cheio e bolso menos rhyco! Aguardamos ansiosos a próxima edição do evento, preparando nossos labradores e goldens retriever.

O Jet-Set curitibano