Jantar chic no Duo

Com o evento do Restaurante Week rolando em Curitiba, aproveitei a oportunidade de conhecer aqueles restaurantes mais bacanas e caros. Fui então no DUO Cuisine, na Batel. É lindo demais. Sabe aquela simplicidade chique? É sobrio, delicado, silencioso, aconchegante, perfeito para um jantar à dois. O atendimento também é muito bom, garçons sempre solícitos e atentos.

Vamos falar da comida. De entrada eu pedi Lascas de Cordeiro assado lentamente, acompanhado de delicado tabule de trigo com aromas frescos. Achei pouco, claro, coisa boa a gente sempre quer bastante. Mas era o suficiente. Estava bem gostoso, temperado. Só achei muito frio, poderia ter vindo quentinho.

Minha amiga pediu a outra opção de Espinafres orgânicos refogados com especiarias ao creme de queijo gorgonzola e grissinis. Diz ela que estava uma delícia e o cheiro deu um arrependimento.

Hora de se jogar nos pratos principais. Nós duas pedimos o Mignon ao Cero – Filet Mignon alto, batatas francesas tostadas, molho a base de azeite extra virgem, aromatizado com ervas e especiarias da casa, finalizando com uma nova textura, farofa crocante. Sensacional. Muito, muito, muito bem feito. Nossa, que sabor. Já estou com água na boca de novo. A carne estava no ponto ideal, bem alta, bem tostada por fora e semi crua por dentro. E parece pouco quando chega, mas demorei para comer o prato inteiro. Aprovadíssimo.

E de sobremesa pedimos a única opção do cardápio: Bolo de Chocolate perfeito
Original e delicioso como deve ser, recheado com brigadeiro e Pralinés de castanha. My God. Que delírio, que loucura. Esse eles podiam ter colocado o bolo inteiro na mesa que a gente dava conta. Comeria ele a noite inteira. Fui pra casa sonhando com o gostinho que ficou na boca.

A nossa refeição foi acompanhada do vinho indicado no cardápio que eu não me lembro qual era, mas harmonizou muito bem. No final, quando ainda estávamos delirando com o chocolate, o chef veio a mesa, em pessoa, para saber se estava tudo bem, tudo bom. Tudo ótimo chef, parabéns! Volto lá com certeza e indico para todo mundo.

Noite do foundue

Fazia tempo que eu queria ir em um restaurante com foundue de carne. Semana passado fomos comemorar o aniversário do meu cunhado. Era ainda semana do restaurant week e por isso fizemos reserva com antecedência. De fato, o lugar ficou lotado. Acho que todo mundo estava lá por conta do rest. week.

Vamos começar: de entrada veio foundue de queijo, com pãozinho e batatinhas. Sério, que queijo delicioso. Não conseguia parar de comer pois viciei no queijo. Como estávamos em cinco na mesa, vieram duas panelinhas com queijo e o pão e a batata eram repostos assim que esvaziássemos os potinhos. Muito bom isso, pois não era nada limitado. Sempre dava para pedir mais.

Como prato principal veio carne, que devia ser mignon, lombo e frango. Aí começa a diversão. Espeta no palito, frita no óleo quente, e escolhe o molho. Eram oito opções: rosé, mostarda, picante, alho, tártaro, gorgonzola. Faltam dois que eu não me lembro, um era meio adocicado. Assim, nenhum deles era nada demais, não conseguimos eleger o melhor deles e sim o menos pior. Nessa parte ficamos meio decepcionados. Com relação as carnes, o mignon estava cortado em pedaços muito pequenos e era o mais rápido para fritar. O frango ficava meio sem graça. O lombo era médio. E nada estava temperado, nem com sal. Então, quando o garçom perguntar no início se você quer sal, diga sim.

Mas, segue o baile, sai o óleo e vem a panela de chocolate. Uh la lá. Que chocolate maravilhoso, que deu vontade de comer de colherinha. Divino, demais, espetacular. Esse a gente comeu até raspar o fundo da panela. Como complementos tinham frutas variadas, morango, mamão, melão, abacaxi, kiwi, banana, laranja e marshmallow.

Pontos negativos: a fumaça e o cheiro são terríveis. Vá com uma roupa de guerra, nada de separar aquela que você acabou de comprar, porque vai ficar com cheiro de fumaça. Tudo fica defumado. O teto é normal, então fica uma massa de óleo no ar. Achei o sommelier muito nervoso e inseguro. Pedimos dicas de vinhos e ele se bateu um pouco. Mas, nada muito grave. O ponto positivo é que você come muito gastando relativamente pouco, no caso do restaurant week, 39,90. Foi gostoso, mas não sei se voltaria.

O melhor foundue de carne da cidade

Se você quer comer foundue de carne no inverno curitibano, então vá no Le Rechaud. Amei o lugar, amei, amei, amei. Três vezes para vocês entenderem o que eu estou falando. Tudo, desde a localização, a entrada, o ambiente, o atendimento, a comida, o público. Não tem do que reclamar. Dessa vez fomos em dois casais, também pelo restaurant week. Como tínhamos reserva, chegamos e já sentamos. Nem bem nos aconchegamos nas cadeiras, o garço, trouxe uma cestinha de pães com duas panelinhas de um queijo delicioso e outra com uma espécie de patê, também quentinho, só que doce, de entrada. Isso ainda não era do cardápio do restaurant week.

Aí pedimos o vinho e começou a diversão. De entrada pedimos a Salada Quatre Fromage Fina, massa de trigo com azeite de oliva coberta por uma ilha de folhas verde, com pedaços de queijo levemente aquecido. Bem boa a salada, ótima para preparar o estômago pelo que viria pela frente. Aí veio o foundue de carne. LOUCURA! Carne, frango, lombo, peixinho à dorê e legumes para fazer tempurá. Aí os molhos, nossa, um melhor que o outro: alho, bacon rose, chutney de manga, chutney de tâmaras, mostarda, roquefort, pimenta, mediterrâneo, tártaro, ervas, raiz forte e geléia de morango. Todos muito bons. Muito mesmo. E o garçom também vai repondo as carnes assim que elas acabam. Mesma coisa com os molhos.

O ponto positivo fica por conta de coifas nas mesas, cada uma tem sua prórpia coifa. Então, nada de roupa ou cabelos defumados. Além disso, a casa tem pé-direito alto, o que não acumula gordura no ar. Sem falar da decoração do ambiente que é muito chique, bem claro, bem iluminado, bem bonito. E o gostoso é comer devagar e tentar provar de tudo. É difícil, porque é muita comida. Mas vá devagar e divirta-se.

De sobremesa veio founde de caramelo com frutas e marshmallow. Nossa, bom demais também. Podia até ter mais caramelo. Esse nós demos fim rapidinho. A outra opção de sobremesa era o Crêpe de Tropical, fina massa de crepe recheada com banana flambada, coberta de calda de maracujá e sorvete de creme. Também aprovado.

Enfim, vale muito a visita. Reserve um dia na sua agenda e vá conhecer!